20 de março de 2014

2º Dia De Creche Do JB

Tenho tido o meu coração apertadinho nestes últimos 2 dias... hoje dei comigo a perguntar a todos os que de mim se aproximaram e que tinham filhos se com eles também era assim ... eu que achava que comigo isto nunca aconteceria!
É que conscientemente eu sei que é óptimo para ele, entendo que se adaptará, sei que está em boas mãos... mas é mais forte que eu!
Parece-me, pelos testemunhos que ouvi, que este feeling em situações idênticas nunca na vida passará... hoje é a creche, amanha é a primária, depois os escuteiros ou acampamentos, as férias com amigos e vem o liceu e a universidade, e viver sozinho e viver acompanhado.... e vai ser sempre assim ... este nervoso miudinho de : «estará bem?»; e um pensamento cheio de uma esperança sem sentido: «não estaria melhor comigo?»

Talvez seja mesmo verdade que estas coisas só as entende quem passa por elas. Quem é pai , quem é mãe porque eu também dizia que havia que ser racional que havia que entender que era assim a vida - os nossos passarinhos pouco a pouco eram cada vez menos nossos (se é que algum dia são nossos)... mas chega a hora da verdade e o coração fica apertadinho na mesma. (ponto!)

Ontem 1º dia foi hilariante ver a carita dele a ver os pimpolhos todos a aparecerem à porta. Soltou uma risada e olhava para mim tipo: De onde é que saíram tantos???
Lá ficou e ficou bem... fugi! Eu e a avó.
Chorou ao adormecer e ao acordar da sestinha, mas comeu e dormiu bem e lá brincou.
Hoje não o fui levar. Foi a avó porque ele de manhã dizia que não queria ir aos meninos. Ficou mas chorou! ... se me disseram que chorou é porque chorou muito :(((( a chamar pela mamã e pela avó, mas também lhe passou, também superou e lá ficou.
Ontem e hoje a educadora manteve me sempre informada. Super querida e atenciosa. Percebendo sem julgamento a aflição de uma mãe coruja de 1ª viagem assumida... As meninas de todos os sectores da instituição simpáticas e eficientes. Acho que foi mesmo uma boa escolha. Uma creche com o luxo da qualidade humana e com condições óptimas para que os pequenos estejam seguros e confortáveis. Com a vantagem de um custo bem inferior aos que se praticam nas cidades e de, ao ser perto de casa a avó poder ir «resgatar» o pequeno mais cedo :))))))))))))) (estou ansiosa pelas noticias....)

Tenho que dizer que muitas vezes quase me arrependo de em determinadas alturas quando andava nas minhas viagens por meio mundo , não me ter organizado para ficar numa cidade grande, mesmo que fosse em Portugal - e continuo a ter janelas de oportunidade e mesmo assim continuo a insistir em estar «em casa». Mas agora com ele,é nestas alturas que, mesmo sabendo que talvez num futuro seja mais conveniente essa mudança, nesta fase em que ele é tão pequeno o estar num meio pequeno é definitivamente bem mais saudável e tenho tido a imensa sorte de ter bons amigos meus e dele - sim , porque ele já tem o seu networking de amigos e compinchas ... acho que maior que o meu! no mínimo mais entusiasta - que nos alegram os dias e que o ajudam a ter, tenho a certeza, uma infância feliz!

Como mãe solteira e empreendedora (inventora e trapalhona também!) seria bem mais difícil sem estas condições pela qualidade humana que me rodeia - sou lhes grata, muito grata! Afinal quem gosta do meu filho gosta de mim e desejo de retorno em dobro tudo aquilo que nos desejarem a nós. :-)
Da família aos amigos que participam na vida do JB de cá e de além mar, do café à creche, da baby sitter ao pediatra, do jardim à floresta, ... não temos o inglês ou os eventos «in» à porta mas com um pouco de esforço e aventura vamos na mesma. Vamos a menos, damos mais valor! ... mas temos tantas outras coisas!
No futuro do JB as cidades (do mundo) vão obrigatoriamente ser pontos de passagem e residência, de trabalho, de estudo e de lazer...  mas o presente passa pela aldeia dos avós e antepassados em toda a sua simplicidade, dando continuidade a uma história que começou com quem ele já não conheceu e que continua com ele e com os outros que dão continuidade às suas famílias, às suas terras.


Tema do próximo post já está escolhido: «Em busca da mochila perfeita... em tamanho pequenino» :))))

1 comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares